Notícias
29
SET
Consórcio de empresas irá realizar novo mapeamento do Rio Grande do Sul
12
AUG
ANAC discute atualização de IS sobre RPAS
12
AUG
Chesf e parceiras investem R$ 5,2 bilhões em eólicas no NE
Destaques
Hoje em dia, a cartografia é digital por excelência, muito embora uma massa gigantesca de dados cartográficos históricos – e por isso mesmo extremamente úteis – ainda encontram-se em meio analógico. A forma como tratamos a produção cartográfica hoje, com conceitos de layers, de atributos e de interoperabilidade, não esquecendo os bancos de dados geoespaciais e todos os outros compone..
Leia mais
Modelos Digitais de Elevação

Modelos Digitais de Terreno (MDT) e Modelos Digitais de Superfície (MDS)

O Modelo Digital de Elevação (Digital Elevation Model - DEM) é um dos dados mais importantes para análises geoespaciais e para a geração de ortoimagens, sendo o DEM clássico uma representação digital de uma seção da superfície, dada por uma matriz de pixels com coordenadas planimétricas (X e Y) e um valor de intensidade do pixel, que corresponde à elevação.

A geração do DEM a partir de pares estereoscópicos é fundamentada na aerofotogrametria tradicional e a AEROMAPA serve o mercado com DEMs gerados tanto por esta técnica quanto por perfilamentos laser (LiDAR) gerados através do sensor ALS-60 da Leica – embarcado em nossas aeronaves.

Na maioria dos projetos, a AEROMAPA lança mão da nuvem de pontos (cloud point) gerada pelo sensor LiDAR e com processos de filtragem supervisionada é que se separam os pontos pertencentes ao terreno (MDT) e a superfície (MDS).

Culturalmente no Brasil, o consumo da cartografia altimétrica é bastante focado no uso de curvas de nível para representação da superfície, mas é importante lembrar que em um caso destes as curvas de nível representam na verdade uma redução do MDT, com perda considerável de informações altimétricas.

VOCÊ SABIA?

As curvas de nível clássicas, bem delineadas e suavizadas, são uma generalização da verdadeira altimetria. Quando são geradas curvas de nível a partir de nuvens de pontos LiDAR com alta precisão, o aspecto visual das CN pode conter angulações bruscas nas linhas que compõem cada curva – o que erroneamente é tomado como defeito ou falha na edição cartográfica pelos que desconhecem o processo.

Veja exemplos de Modelos de Superfície e de Terreno, elaborados sobre a mesma região:

MDT

Modelo Digital de Terreno - MDT

MDS

Modelo Digital de Superfície - MDS



AEROMAPA S/A. – Rua Professora Doracy Cesarino 276 – CEP 80320-200 – Curitiba – Paraná – Brasil – +55 (0) 41 3345-2579