Notícias
29
SET
Consórcio de empresas irá realizar novo mapeamento do Rio Grande do Sul
12
AUG
ANAC discute atualização de IS sobre RPAS
12
AUG
Chesf e parceiras investem R$ 5,2 bilhões em eólicas no NE
Destaques
Trabalhando com levantamentos planialtimétricos desde sua origem, a AEROMAPA também fornece estes dados em formato 3D para projetos cartográficos. Para estudos estruturais e de engenharia e arquitetura, a AEROMAPA oferece utilização integrada de perfilamentos laser terrestre e aéreo, gerando dados de extrema precisão e grande poder de síntese da realidade levantada. ..
Leia mais
Silvicultura e Florestas Nativas

A possibilidade de visualização simultânea do terreno e da modelagem da copa das árvores, possibilita vantagens significativas para os contratantes. Os dados LiDAR proporcionam melhoramentos significativos, quando comparados com as técnicas clássicas.

O terreno gerado pela tecnologia LiDAR representa com muito mais precisão a morfologia da superfície. O LiDAR penetra através da folhagem das árvores permitindo obter uma modelagem do terreno bastante rigorosa, permitindo por exemplo interpretar caminhos e linhas de água.

O LiDAR tem provado benefícios para o desenvolvimento florestal e para as operações de engenharia, incluindo a localização de vias existentes e a projetar, planejamento de novas plantações, regeneração florestal, entre outras. A possibilidade de identificação das linhas de cumeada ajuda na determinação das localizações ótimas para estradas e caminhos, assim como a detecção de caminhos históricos e quase desaparecidos igualmente reduz custos operacionais e aumenta a eficiência da operação florestal como um todo.

O LiDAR também oferece melhorias significativas nos métodos e procedimentos de inventário florestal. Tradicionalmente os métodos de inventário da madeira baseiam-se em medições sistemáticas de amostras características. Estes métodos estatísticos são utilizados onde a medição de todas as árvores é um processo impraticável. Neste método o volume de arvoredo é calculado nestas zonas de amostragem e depois extrapolado para a floresta com as mesmas características. Esta estimativa fornece uma descrição genérica, mas muito imprecisa devido à variabilidade das condições de crescimento da floresta. Adicionalmente o tempo necessário para a tomada destas amostras, as necessidades logísticas no terreno e as dificuldades de georreeferenciamento do método, levam a que a utilização de técnicas LiDAR permitem ultrapassar estas limitações.

A informação LiDAR e Aerofotogramétrica que nos propomos fornecer, permitem a obtenção de uma vasta gama de informação das suas áreas de exploração, nomeadamente:

Através do pós-processamento do LiDAR, podemos ainda obter:

Mapas topográficos e físicos:

Gestão Florestal:

Mapas de Uso do Solo:

Proteção contra Incêndios:



AEROMAPA S/A. – Rua Professora Doracy Cesarino 276 – CEP 80320-200 – Curitiba – Paraná – Brasil – +55 (0) 41 3345-2579